sexta-feira, abril 29, 2005

Ontem esqueci-me de uma data importante e descobri que sou como a lua: feita de queijo.

quinta-feira, abril 28, 2005

Amanhã há mais:

Por mais que faça, n lhe consigo provocar um sorriso.Hj o mundo acordou de mal comigo.

quarta-feira, abril 27, 2005

1,2,3, diga lá outra x:

Há perguntas que são difíceis porque exigem respostas que não temos.Nessa altura, encolho os ombros e assobio, na esperança de que insultem a minha inteligência e pensem que as confundi com as de retórica.

Moral s/história:

Deitar tarde e cedo erguer, não dá saúde e faz encolher.
Agora que o verão está à porta e os ginásios a rebentar pelas costuras, decidi que tb vou apostar no exercício diário.E n é promessa p/cair em saco roto!Desde q a fiz, n houve um dia em q falhasse as palavras-cruzadas.Mens sana in corpore...pois!;)

domingo, abril 24, 2005

Sentimento do dia:

Hoje sinto-me rodeada de pássaros, mas n tenho nenhum na mão.

sábado, abril 23, 2005

A la Carrie Bradshaw:

Noutro dia,lendo o blog de uma amiga,via-a questionar-se sobre a“pessoa perfeita” e apelidar essa reflexão como influência da cronista do Sex and the City.Hoje, ao ler a coluna “Bomba Inteligente” da semana passada, na Ùnica, a Miss Bradshaw foi de novo evocada.Fiquei a pensar nisso.Será que questionarmo-nos sobre relações e sentimentos passou a ser um exclusivo da personagem principal desta série?Será que antes já não pensávamos nisso?Claro que sim!Então porquê esta necessidade de ligar a outrem algo que é só nosso?

sexta-feira, abril 22, 2005


Dia Mundial do Livro.Aproveitem para apanhar 1a indigestão!:) Posted by Hello

Downsize Cultural na Lusa:

A editoria de cultura da Lusa vai ser extinta. Viva o 25 de Abril!

Em baixo transcrevo o mail que recebi e deixo o link para a petição que poderão assinar caso estejam contra esta medida:


A editoria de Cultura da Lusa, a única agência noticiosa portuguesa, que
difunde informação para várias dezenas de órgãos de comunicação social
(jornais, rádios e televisões nacionais, jornais e rádios locais e
regionais, sites de notícias e agências estrangeiras) vai ser extinta esta
semana (18 a 22 de Abril de 2005).
Deolinda Almeida, directora de Informação da Lusa, disse ao semanário
Expresso de 16 de Abril que a editoria, criada em 2004, "não correspondeu às
expectativas". Na mesma notícia, publicada na última página, lê-se que a
decisão visa a "rentabilização de meios".
Ou seja, os jornalistas da Cultura serão integrados noutras editorias
devido à falta de pessoal da empresa, que rescindiu contrato com 66
funcionários em 2003, segundo notícia veiculada pelo diário Público no
princípio deste mês.
Todavia, quando a própria Lusa tornou públicos, no início de Abril, os
lucros de mais de 2 milhões e 130 mil euros relativos ao ano de 2004, uma
pergunta torna-se obrigatória: não seria possível retirar parte deste
montante para a contratação de novos profissionais, em lugar de encerrar uma
editoria cuja existência se justifica, quer por a agência prestar serviço
público, quer por a Cultura ser um meio cada vez mais vasto e variado?
O serviço prestado pela editoria inclui, por dia, dezenas de notícias de
Artes Plásticas, Cinema, Dança, Literatura, Música e Teatro, e a sua
extinção constitui mais um duro golpe num sector que é sistematicamente
afectado quando os meios escasseiam.
Cabe a todos os que prezam a Cultura e consideram a sua divulgação
necessária protestar assinando esta petição. Clique no link abaixo para
assinar:

http://www.petitiononline.com/cultura/petition-sign.html

quinta-feira, abril 21, 2005

Dúvidas Para além da existência:

Falei demasiado cedo.Há casos ainda mais estranhos.Das duas uma, ou há muita gente que anda ao engano, ou tenho uma vida paralela que desconheço.

Dúvidas existenciais:

Costumo ver os "referrers" do meu contador e tenho algumas surpresas, mas a de hoje excedeu todas.Expliquem-me como é que alguém que lê este blog vem aqui parar? A língua não é a mesma e, que eu saiba, não tenho o prazer de conhecer nenhum dos membros da família Wright.

Mistéeeeeeeeeriooooooooooooooooo.

Boletim meteorológico

Há tempo nos teus olhos.
Trovoadas imensas
em cada arquejar das sobrancelhas.

Há tempo nos teus olhos.
Brisas amenas
quando pestanejas.

Há tempo nos teus olhos.
Noites estreladas.
Tardes de sol.

Há tempo nos teus olhos.
E eu sei sempre
quando vou precisar
do chapéu de chuva.
Disseste "nós"
(E a palavra
soube-me
a beijo).
Hoje não quero saber
de horas
nem minutos.
Quero ser ignorante,
desajustado,
descompassado.
Inventar o ritmo,
Esquecer os ponteiros.
Hoje quero
desperdiçar
dias e dias inteiros...

Apanhado no ar :

-Fala muito mas eu agora é que sô dótóra.
- Não te chateies, filha.Aquilo é só garganta qu'ela na cabeça não enfia nada.

(Prémio nem todos nascemos p'ra Linda Lovelace @ ruas de Lisboa)

Moral s/história:

A inspiração é a visita mais inapropriada.Chega sempre quando estou de partida.
Queria dar-te flores,
Mãe,
mas não as tenho.

Digo-te então:

rosa

papoila

malmequer

crisântemo

tulipa


E nestas palavras
cresce o mais lindo ramo.

sábado, abril 16, 2005

Apanhado no ar II:

Falar de cães é como falar de filhos: os nossos são smp os melhores.

Dúvidas existenciais II:

"N deixes p'ra amanhã o q podes fazer hj". Mas pq, se ainda há tempo?

Hoje serve-se:

Escrever


Se eu pudesse havia de... de...
transformar as palavras em clava!
havia de escrever rijamente.
Cada palavra seca, irressonante!
Sem música, como um gesto,
uma pancada brusca e sóbria.
Para quê,
mas para quê todo o artifício
da composição sintáctica e métrica,
este arredondado linguístico?
Gostava de atirar palavras.
Rápidas, secas e bárbaras: pedradas!
Sentidos próprios em tudo.
Amo? Amo ou não amo!
Vejo, admiro, desejo?
Ou não... ou sim.
E, como isto, continuando...

E gostava,
para as infinitamente delicadas coisas do espírito
(quais? mas quais?)
em oposição com a braveza
do jogo da pedrada,
da pontaria às coisas certas e negadas,
gostava...
de escrever com um fio de água!
um fio que nada traçasse...
fino e sem cor... medroso...
Ó infinitamente delicadas coisas do espírito...
Amor que se não tem,
desejo dispersivo,
sofrimento indefinido,
ideia incontornada,
apreços, gostos fugitivos...
Ai, o fio da água,
o próprio fio da água poderia
sobre vós passar, transparentemente...
ou seguir-vos, humilde e tranquilo?


Irene Lisboa
Hoje reparei no simbolismo do Word se chamar assim.Simplesmente, palavra.Um só vocábulo e tanto potencial...

Crescer é isto:

Quando era pequena, o meu pai dizia: dêem-lhe um papel e uma caneta e ela é feliz.
Agora que cresci, fiz um upgrdade e tudo o que necessito é um pc e o word.

Apanhado no ar:

-O que é que mais aprecia nas pessoas?
-O sentido de humor.E você?
-A frontalidade delicada.
-Pois saiba que isso tira a piada toda à vida.
Amo-te tanto
que a palavra
deixou de caber
numa só linha.

Moral s/história:

Quem demasiado cedo tira o cobertor, morre de frio quando pensava ir ter calor.

terça-feira, abril 12, 2005

Por xs perguntam-me sobre "o que é" o meu blog. Tenho smp dificuldd em saber a resposta. N é autobiográfico, n é periódico, n é fictício, n é póetico. É 1 bocadinho de tudo e mais 1 bocadinho de nd (embora, quase smp, o 2º acabe por levar a melhor ao 1º). Tudo roubado ao quotidiano e temperado c/muitos pormenores. Pode ser q os detalhes "n façam a diferença", mas a diferença só é possível através deles...

Ears Wide Open:

Estava no Vasco da Gama e apeteceu-me um café. Depois de servida, dirigi-me à acanhada área adstrita aos fumadores e procurei uma mesa livre.Sentei-me e, logo de seguida, uma rapariga ocupou o outro extremo. Entre nós distavam duas mesas, separadas pela barreira de sacos e cadernos que ela criara em seu redor.

Preparava-me para beber o dito café quando um senhor, dos seus 70 anos, perguntou -com maus modos- se ia necessitar da mesa ao lado. Respondi-lhe que não e que se sentasse. O primeiro que lhe ocorreu foi tirar-me o cinzeiro o que me levou a exclamar, num ápice, que mo deixasse ali. Prontamente, lançou-se num sermão sobre os fumadores. Começando a sentir-me irritada, disse-lhe que me encontrava no único quarto da área de restauração em que era permitido fumar e que, se isso o incomodava, tinha à sua disposição mais 3/4 onde estaria livre dos malefícios do tabagismo. Resmungou qualquer coisa que procurei não entender e acabou por se sentar na mesa atrás de mim, fazendo sinal a um amigo que carregava uma bandeja com dois chás.

Tentando abstrair-me, preparava-me para saborear o meu "cigarrinho" quando o senhor irrompe num discurso furioso contra as pessoas que ocupam, "indevidamente", as mesas "com sacos e saquinhos". Respirei de alívio, ao constatar que mudara de alvo, elegendo agora a rapariga à minha direita. Alívio esse que não durou muito tempo...Em voz alta e num tom irado, os "amigos" comentavam agora um dos grandes acontecimentos mediáticos do fim-de-semana: o casamento de Carlos e Camila.

Depois de duas ou três frases "situacionais", o adepto da luta anti-tabágica decidiu "abrir o livro" e enumerar todos os pontos negativos desta união. "Com'é qu'é possível", dizia, "que se tenha casado c'aquela, c'aquela...aquela velha. Aquilo não vale nada. Aquilo já deu o que tinha a dar.Realmente, não percebo, com'é qué possível acontecer assim uma coisa destas". Face à perplexidade do amigo, deu início a um não mais acabar de acusações e recriminações, que iam desde o facto de Camila ter "pescado" Carlos por ser submissa e lhe fazer todas as vontades até à indignação pelo facto do arcebispo da Cantuária ter abençoado tamanho "desplante", culminando com a estocada final: por amor de Deus.Até os dentes dela são velhos! Por esta é que eu não esperava... de certo, se a rainha tivesse pensado nisso, teria rompido o silêncio do "que fale agora ou se cale para sempre". É que afinal, "a cavalo dado não se olha o dente", mas este não saiu a Carlos nada barato...

A.T. e D.T. :

Numa viagem de metro, ao observar os cartazes publicitários colocados nas estações, descobri algo que me deixou espantada:o totoloto faz 20 anos. Vinte! E daí, perguntará quem me lê. E daí que retiraram sete anos de existência a este jogo. E daí que me tornaram mais velha que algo que pensei ter estado "sempre ali".

É certo que só comecei a jogar muito mais tarde, mas, desde que me lembro de "ser gente, que recordo os sorteios das seis bolinhas mágicas e de esperar pelo, last but not the least, número suplementar. Era um dado adquirido que no sábado haveria extracção do totoloto e que, de manhã, na Praça de Londres, se formariam longas filas de retardatários que aguardavam,ansiosamente, o depósito do boletim.

Ora ontem subtrairam sete anos de totoloto à minha vida. Passei a ser A.T. ( ou seja, antes do totoloto). O que significa que um dia vou poder afirmar, peremptória, "eu ainda sou do tempo"...em que não havia totoloto. O que é quase tão mau como ainda ter jogado ao arkanoid e ter saudades do spectrum.


quinta-feira, abril 07, 2005

Descubra as diferenças:

VS

À primeira vista,destaca-se o platinado do cabelo e a permanente ,mas há mais. Não é q a Ágata era a voz da célebre canção da Maiaaaaaaaaaaaaa, Maiaaaaaaaaaaaaa? Quem cantaria o Calimero?;)
Numa pesquisa no google deparei-me com este resultado:


System Time: 14:32 7 Apr 2005. Stock Ticker: Open

STATUS:

General
URL http://mulheradias.blogspot.com/
News feed Syndic8.com
Valuation B$2,099.75
Added 16:05 04 Jun 2004
Last Updated 13:14 03 Apr 2005
Status Available to Trade.
Industries None


Valuations are updated when the blog is re-indexed.
Statistics
Incoming Links 7
Outgoing Links 19
Outgoing Link Value B$115.78
Market Share 0.00011 %

Statistics are only updated when the blog is re-indexed.
Share Market
Total Shares 5000
Public Held Shares 4000
Price B$.44
P/E 1.04
Highest Price * B$.00
Lowest Price * B$.00
Trading Volume ** 0
A.E.L. *** 74.25 %

Será q estou no mercado e n sabia?!? :P
Descobri que no meu prédio ainda estamos no Estado Novo.Só assim se justifica o facto de viver toda a gente aos segredinhos,com medo da PIDE (Porteira Informada Desbocada e Entediante).

O q é nacional...é bom?

Ainda a cuscar o Pois não sei, deparei-me com um teste que pretende averiguar se estou à altura da portuguesinha que sou.Já sou "pequenina como a sardinha", mas parece q n me encaixo nos critérios. O resultado foi o q se segue...

Es a vergonha do povo portugues. Nao te interessa a
cultura portuguesa e nem segues as tradicoes e
costumes do teu pais. Por causa de gente como
tu o povo esta a perder a sua genuinidade.
Vamos la a deixar crescer o bigodinho (sejas homem
ou mulher) e passar a representar os tugas
fidedignamente.
Ah, e nada de cortar a unha do dedo mindinho,
ex-libris do tuga!


Quao Portugues es?
brought to you by Quizilla



Prometo q vou dar o meu melhor.Para o bigode até já tenho ideia:vou inspirar-me na Nazaré;)
"A melhor forma de viajar é sentir"
E cada palpite,
é um bilhete,
p/o coração.



Ter amigos "que se vão casar" pode ser desesperante mas, pior ainda, é ter amigos "que vão comprar casa".O amigo "que vai casar" está obcecado c/o "grande dia " mas ainda consegue falar de coisas q entendemos: convidados, distribuição de mesas, vestimentas e ementas são assuntos do domínio do senso comum.

Já c/os amigos "que vão comprar casa", a situação complica-se.Ele é "spreads", créditos de habitação, taxas de juros, empréstimos, soalhos de parquet e tábua corrida,m2, assoalhadas, notários públicos ou privados, "já falaste c/o teu banco? n falei com o teu"...resumindo: "proprietariês", imperceptível p/leigos como eu, excluindo-me automatica/ das conversas (mm qdo estas se fazem a expensas dos "owner 2 be", o q acontece a gd parte das xs).

N me julguem mal.Gosto mto q tenham a "vossa casinha" e tenho todo o prazer em dar conselhos, ajudar nas mudanças e ser visita frequente. Mas n em assistir a este transe de preparação p/o "chave na mão". N é má vontade, embora admita q à 1ª assim o possa parecer.É apenas pq n vos reconheço.Pq se transformaram nuns autómatos q apenas respondem a dois estímulos: "a chave, a chaveeeeeeeee, o dinheiro, o dinheiro". Sei que este episódio da Amiga Olga há-de acabar e que assim q tiverem percebido q n há forma de ficarem c/os 2, perderem o amor ao dinheiro e se agarrarem bem à chavinha p/dar a volta à fechadura da "casa dos vossos sonhos",hão-de regressar à Terra.Pelo menos a esta, que conheço e habito.

Até lá, façam-me um favor: vão c/calma.Sei que um dia tb eu "lá hei-de chegar".Enquanto isso, dêem-me um desconto e pensem, seria/, na hipótese das legendas!;)

O post do dia:

Numa pesquisa no Google, dei de caras com este post.N resisti a publicá-lo:

Internacionalização

O grande êxito do último Verão foi indubitavelmente (e infelizmente!) a música mais gay da história da música, suplantando mesmo o Mr. Gay ou qualquer álbum dos Excesso. Falo, como é óbvio, do Dragostea Din Tei, dos Ozone (também conhecidos por Gayzone). E, claro, os brasileiros não perdem tempo a adaptar merda e lançaram (um senhor que dá pelo nome de DJ Latino) o "Festa Meu Apê" - aconselho vivamente a sacar quem quiser ouvir uma coisa tão degradante que mete dó.
Mas porque é que têm que ser só os brasucas?? Nós também conseguimos fazer coisas más! Sobretudo pessoas como eu que têm muito tempo livre e pouca coisa para entreter os (poucos) neurónios!

Isto, por exemplo! Digam lá que não é uma letra muito à frente para uma música tão... gay?

A Toyota Hiace

Foi assim!
Peguei nela…
E disse-lhe
“Anda cáaaa”

Foi assim!
Peguei nela…
E disse-lhe
“Anda cáaaa”

Foi assim!
Peguei nela…
E disse-lhe
“Anda cáaaa”

Foi assim!
Peguei nela…
E disse-lhe
“Anda cáaaa”

Olá, tas boa? Eu sou o Asdrúbal!
Eu sou um grande artista
E as gajas não me resistem!
Tenho uma carrinha, para ir para os espectáculos
As fãs enlouquecem com a minha música!

Fui p’rá festa na Toyota Hiace, na Toyota Hiace,
Numa, numa, numa Hiace!
Cheguei lá e as gajas variavam
O meu penteado é irresistível

Fui p’rá festa na Toyota Hiace, na Toyota Hiace,
Numa, numa, numa Hiace!
Cheguei lá e as gajas variavam
Elas amam o meu peito peludo!

Tu és a próxima na minha lista
Contigo vai ser até ao osso, sem parar!
E na minha carrinha Hiace,
Que belos momentos vamos passar tu e eu non stop!

Vou p’rá festa na Toyota Hiace, na Toyota Hiace,
Numa, numa, numa Hiace!
No meio do caminho, encosto
E faço-te um casting na traseira

Vou p’rá festa na Toyota Hiace, na Toyota Hiace,
Numa, numa, numa Hiace!
Com a carrinha na natureza
Vamos pô-la a abanar que é uma beleza!
Foi assim!
Peguei nela…
E disse-lhe
“Anda cáaaa”

Ela era beta
Não apreciou
O meu charme
“Toma láaaaa”


Nem sabe…
O que perdeu
Ia ser tanto
Tau-tauuuuuuuuuu

Outra virá, não
Resistirá
E poderei gritar
“Que mimo de cuuuuuuuu”

Vou p’rá festa na Toyota Hiace, na Toyota Hiace,
Numa, numa, numa Hiace!
Não quiseste sentir a minha virilidade
Agora usa o teu massajador facial

Vou p’rá festa na Toyota Hiace, na Toyota Hiace,
Numa, numa, numa Hiace!
Se não encontrar nenhuma Dulcineia
Tenho a certeza que o Justino me dá um jeito!!


® Todos os direitos reservados. Eu é que inventei esta merda! Não me roubem isto senão terei que vos espancar violentamente. E não interessa ser mau demais para ser roubado: é meu e acabou-se!

in Pois Não Sei

Dúvidas existenciais:

Cd x q vejo aquele anúncio do "tecla 3", fico a pensar quem será a alminha q se dá ao trabalho de reparar nesse tipo de pormenores?!?

PS: a esse propósito, leia-se este post ou esta tentativa de explicação aos leigos;)
Ontem estavámos no cinema quando se seguiu o ritual habitual de perguntar quem queria ficar c/o bilhete.As respostas foram as mesmas de sempre.E surgiu a questão inevitável de quem é menos sentimentalista:mas p/que é que vocês querem isso.Dissemos o invariável: pq guardo todos, p/pôr na agenda,numa caixa, etc...até que a Sofia, muito tranquilamente, afirmou:vou guardar todos e no final do ano ofereço à minha mãe para lhe agradecer por me ter pago o meu King Card.

É verdade que tudo faz sentido.às xs basta saber encontrá-lo...

segunda-feira, abril 04, 2005

Recomendação do dia:

Por portas e travessas, descobri este blog.Chama-se "provérbios" e pertence à Inês, que tem 12 anos.A ideia da Inês é simples:para relembrar a tradição da sabedoria popular, vai publicando imagens, recortes, pinturas, que dão pistas para o provérbio em questão.Depois, é só adivinhar!;) Parabéns Inês!

domingo, abril 03, 2005

O povo é q sabe:

Enquanto estava num café da R.da Escola Politécnica,escutei a conversa que se segue:

Criança- Quero um sumo.
Empregado- Fresco ou natural?
Criança-Natural.
Empregado-N,devias era beber fresco.Pq depois cresces,começas a beber coisas geladas e andas smp c/problemas de garganta.

Realmente, "de médico, de sábio e de louco, todos temos um pouco"...

Conclusão Idiota III:

A expressão "mais vale um pássaro na mão do que 2 a voar" é capaz de ser das coisas menos ecológicas e pró-ambientalistas que tenho ouvido...o q pensará o Greenpeace?:P

Conclusão Idiota II:

Ao ver a capa da GQ com o Cristiano Ronaldo com uma pele lisinha de bebé,percebi como o photoshop é realmente poderoso.Qq dia,o Seal aparece s/cicatrizes!

Conclusão Idiota:

Para quem está desempregado,todos os dias são sábados:deitou-se tarde no dia anterior, pode dormir até tarde e n trabalha amanhã.

É p'ro menino e p'ra menina:

Hoje voltei a ser criança outra x.E n foi preciso ir muito longe.Estava tudo ali, concentrado num ucal de chocolate...

Ponha aqui o seu pezinho:

Uma amiga minha costuma citar a Glória de Matos, que dizia que, para conhecer alguém, bastava olhar para os sapatos e, a partir daí, imaginar como seria a pessoa, e a imagem, normalmente, correspondia.

Experimentei várias xs este "jogo" , mas só noutro dia me convenci. Tinha calçados uns Nike Twins, uns ténis cuja particularidd é serem diferentes.Os meus eram d cores contrárias: um turquesa e um amarelo, o q aparenta q saí de casa com um sapato de cd par. Perguntei a um amigo como imaginaria uma pessoa se olhasse p/aqueles ténis.Disse-me: indecisa. Logo ali, tive q me render: a Glória de Matos n podia estar mais certa.;)

sábado, abril 02, 2005

Ser Gémeos é lixado:

Noutro dia, jogava ao Sims 2 (p/quem n conhece, continuem assim, q aquilo vicia) e, queixava-me em voz alta da minha personagem, cujo signo era gémeos. Como quem n quer a coisa, a minha irmã aproveitou p/dar a sua "ferroada" e disse: olha, é para saberes o q é ter q aturar 1a todos os dias. Fiz um sorrisinho amarelo,.acompanhado de um "fe,fe,fe, isto n é nd comigo", mas n pude deixar de admitir q ela tem razão.Aturar um gémeos n é nd fácil.Mas ser um tb n.

Às xs, qdo as pessoas comentam as atitudes descabidas de alguém q sei pertencer a este complicado signo, suspiro e digo: é gémeos. Como se nesta palavra estivesse encerrada a chave p/o mistério. Mas, o q é "ser gémeos"? É esta a pergunta q me fazem inúmeras xs e para a qual ainda n encontrei 1a resposta q me deixasse totalmente satisfeita.

Segundos os livros e revistas de astrologia, ser gémeos é ser versátil, dual, inconstante, comunicativo, jovial,de mente rápida,etc, etc...Talvez.Mas muito mais.

Para mim, ser gémeos é acordar de chuva e fazer sol passados 5 minutos.É perder-me por chocolates mas estar permanentemente preocupada por n caber nas calças.É dizer, sim, não, talvez e pensar que é nim.É odiar pessoas que chegam atrasadas e nunca conseguir chegar a horas.É querer estar sempre acompanhado mas precisar de tempo para estar só.É gostar de seguir tendências mas precisar de as tornar diferentes.É afirmar que se tem sentido de humor mas dar poucas gargalhadas.É pensar em 1000 coisas em simultâneo e não ser capaz de se focar numa em concreto.É ser dog people mas n desdenhar os gatos.É gostar de alguém mas guardá-lo cá dentro.É vestir a armadura para esconder o coração mole.É ser 2 em um e um em 100.É querer começar tudo e acabar pouco.É gostar de comédia mas ter queda para o drama.É ter amigos de todos os feitios.É ter feitios a mais para caberem em moldes convencionais.É nunca saber para que lado vai soprar o vento e, mesmo assim, teimar em ir contra a maré...no fundo, é lixado;)

Tá bonito, tá:

Mesmo n tendo sido o nome escolhido o mais feliz (out mail tem 1a sonoridd demasiado parecida com hotmail), da campanha do novo serviço de e-mails da TMN n se pode dizer o mm. Passe a publicidd, está muito bem "esgalhada", muito "less is more".

A fórmula é simples. Um escritório no final de dia e um homem em pé, mão no rato, em frente ao PC, naquela posição: é só fazer aqui uma coisinha e estou "de abalada".Interrogado por uma colega que lhe pergunta se n vai (embora, claro), responde que é "só ver um e-mail". A vida no escritório acelera de repente.Em fast foward, os colegas vão saindo, até ao mais retardatário.As luzes apagam-se e voltam a acender-se com a chegada do pessoal da limpeza.Nasce o dia. A sala enche-se de novo e os colegas circulam, atarefados c/o expediente.E o nosso homem continua ali.Plantado.Até que um colega se chega ao pé dele, chávena de café na mão, cara de noite bem dormida e exclama, c/ar de sacaninha reprovador: a chegar a esta hora? Tá bonito,tá. E aí entram as 1000 vantagens do serviço.

O que me seduz neste anúncio, n são as ditas bençãos do serviço de e-mail (até pq sou da "concorrência":P). O meu ponto de identificação é aquela sensação de injustiça perante o coleguinha medíocre e chato que nos vem atasanar quando andamos a fazer pela vida. E que fecha com a chave de ouro do massacre psicológico, aquele "tá bonito, tá", que n podia soar mais irritante. Claro que a campanha n foi alheia a este facto.Claro que, como eu, muitos outros sentirão a identificação pretendida. Ou seja, tá bonito, tá!;)

The Pope is dead.Long Live the pope.

El Papa Juan Pablo II ha muerto

Juan Pablo II ha fallecido, a los 84 años de edad, tras una prolongada agonía en la que ha estado acompañado en todo momento por los rezos de los millones de fieles de todo el mundo que han seguido con gran interés la evolución de su estado de salud. La muerte le sobrevino a las 21:37 horas, según ha confirmado el portavoz vaticano, Joaquín Navarro Valls.

Los fieles habían rezado intensamente en las últimas horas como única esperanza para mantener al Pontífice con vida, pero las plegarias no han podido sostener la frágil salud del Papa del tercer pontificado más largo de la historia.

La noticia del fallecimiento de Juan Pablo II no por esperada ha sido menos dolorosa y las muestras de dolor y de respeto de los católicos se suceden en todos los rincones del planeta, volviendo a recordar lo querido que era el Santo Padre, el Papa viajero.

Karol Józef Wojtyła, conocido como Juan Pablo II desde su elección al papado en octubre de 1978, nació en Wadowice, una pequeña ciudad a 50 kms. de Cracovia, el 18 de mayo de 1920.


Vale a pena ler:http://actualidad.terra.es/especiales/papa_juanpablo/
No telejornal avançava-se a hipótese de também os restaurantes, cafés e bares venderem medicamentos.Sim,sr.Muito mudaria no mundo da restauração.Já imaginaram o que é poder chegar ao balcão do café da esquina e pedir um abatanado e uma aspirina? Ou então, poder responder ao "é o costume" do Silva do restaurante do bairro, "sim,sim.Venha lá o cozidinho e um compensan qu'é p'ra ver se a coisa se digere melhor"...
Agora que estamos em tempos de seca, e que a água é uma coisa abençoada, será que a expressão "está de chuva" passará a ter um novo significado? Já me estou a imaginar, com um sorriso de orelha a orelha, a expressar o meu contentamento: "estou de chuva.A vida n podia correr melhor!"
A pedido de algumas famílias (poucas, é certo), a Mulher A Dias está de volta.Teclado desempoeirado, let the bablling begin!;)
>