sexta-feira, dezembro 30, 2005

Encadeia bem encadeado...

Manhã. Ainda sonolenta recebo um mail da minha “sis” que me dá conta do maravilhoso mundo do design gráfico em versão t-shirt. Perco-me nas páginas e nos muitos modelos disponíveis e amaldiçoo os portes de envio e a variedade além-mar que teima em não chegar aqui. Desço no visor e em novo endereço electrónico. Considerações sobre um dos filmes da minha vida, e desconsiderações sobre o número um do meu novo vício: anime. Penso com os meus botões: é preciso arranjar um argumento para convencê-lo que vale a pena. Digito o nome no Google e vou parar aqui. Não resisto e navego pelo top de séries anime. Resolvo dar uma hipótese à manga e, de repente, faz-se luz. Perdida no meio de muitos títulos, uma das minhas séries de animação preferidas, memória dos tempos idos de infância. Não recordava o nome. Apenas um cenário muito “80’s” e uns acordes de pop japonesa, com muito órgão e sintetizador. Agora, finalmente, por uma casualidade, descobri! Gosto destes momentos em que a vida nos aponta o caminho, sem sabermos bem como e porquê…

3 passaram o espanador

Blogger Escrevedora said...

e o filme da tua vida quem deu quem deu? eh eh eh! ainda nao vimos...quero ver para me lembrar daquela frase linda linda dos diamantes nao sei que :P

11:55 da manhã  
Blogger Professor Pardal said...

Threadless é bom e eu sei :>

10:41 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

hummmm ... muito interessante

11:14 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

>