quinta-feira, fevereiro 24, 2005

A senhora:

Olhava para as fotografias dos meus 25º e 26º aniversários e vi (com tristeza, admito) q estava diferente.
De um ano para o outro, as minhas feições mudaram e passei a ter "cara de adulta".Senti-me velha de repente.Mas tentei ignorar o assunto o melhor que pude...até que a "realidade" me bateu à porta.
Foi na faculdade, onde me encontro a terminar uma cadeira que-estupidamente-deixei para trás.A dita disciplina agora passou a ser do currículo do primeiro ano, o que já de si não é fácil de "engolir".Mas pior, pior, foi quando um dos meus colegas, querendo passar-me a folha de presenças e não sabendo o meu nome,não encontrou melhor forma do que dizer:senhora,senhora. A princípio, nem olhei porque achei que não era comigo.Mas quando ele me tocou,levemente,com as folhas nas costas,não pude mais ignorar.A senhora era mesmo eu.Eu!!! Imediatamente,senti-me mais perto do fim do meu prazo de validade...

4 passaram o espanador

Blogger Rita said...

É a realidade a dar-nos estalos na cara e a dizer "acorda, acorda! Já és adulta!". Que depressão... OH TEMPO, VOLTA P'RA TRÁS!!

12:29 da manhã  
Blogger Psico_Pata said...

Será q se der corda ao contrário funciona?

12:39 da manhã  
Blogger Teresinha said...

Lembro-me de uma vez barafustares com alguem que me tratou por teresinha. Dizias: "Que coisa! Por mais que cresca ha-de ser sempre a pequena teresinha... para mim é Teresa!" :)
Para mim ha-des ser sempre a rapariga que eu admiro, que me segura o colo em diversas fotos sempre bonita e com um enorme sorriso, e se que senta na "mesa dos pequeninos" nos jantares de natal. Um beijo*****

5:52 da tarde  
Blogger Ana de Sena & Miguel de Sena said...

O Homem envelhece e passa a ser Respeitado. A Mulher amadurece e paassa a ser Desejável (como nunca)....

8:12 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

>