terça-feira, janeiro 18, 2005

Voltar:

Fala-se smp muito das partidas e de como são penosas. Traçamos cenários dignos de uma Linda de Susa e da sua mala de cartão, com lenços brancos a agitarem-se dolentemente, enquanto as lágrimas marcam o ritmo triste de um adeus. Claro que exagero.Mas a verdade é que encaramos as despedidas com tristeza e os regressos como alegrias certas. Nada mais tendencioso. Pq é que voltar tem que significar, forçosamente, estar de cara alegre?!?

Pessoalmente, acabo de sofrer na pele essa "fobia" da felicidade do regresso. Cada x que pareço esboçar um sorriso mais melancólico, sou confrontada com a pergunta da praxe: "mas estás contente por estar de volta, não estás?" Aproveito este momento para responder a todos aqueles que ma repetiram até à exaustão.Sim,n posso negar que estou feliz. Gosto de estar em casa. De ver o Tejo. De ter os amigos mm ao lado. De ver filmes em versão original e legendas em português. De poder ler os jornais nacionais.De comer um pastel de nata smp que me apetece.Da minha bica.De ser acordada pelo latido do meu cão.Da minha rua.De ir dar uma volta ao Chiado e de estar a meia hora da Praia Grande. De voltar a ter til no meu teclado e consultar menos vezes o corrector ortográfico.De ouvir música portuguesa.De sentir que estou onde pertenço...

Mas também n gosto de ter de ir de carro para todo o lado.De n poder ir a uma cafetería de esquina e pedir un pincho de tortilla.De n beber cañas mas imperiais.De n percorrer a Gran Vía todos os dias.De meter a chave à porta e saber q nunca mais será no 40 da c/maldonado.De me lembrar de beber um café à meia-noite e estarem (quase) todos fechados. De n ver os programas del corazón.De n me rir com as bromas do meu colega Pablo. De dizer adeus e n hasta luego.De sair à noite smp para os mesmos sítios. De n ouvir o Bisbal, a Maria Isabel e os Aventura a toda a hora.De n ir a concertos ao Aqualung em x do Coliseu. De n poder ir dar uma volta ao Retiro. De n ler o El país enquanto como un sandwich no vips...

No fundo, n gosto de sentir saudades. .. por isso mesmo, respondo-vos que sim, é muito bom estar de volta.Mas isso n impede que parte de mim quisesse dar meia volta para o país ao lado...




3 passaram o espanador

Blogger Jordan said...

Weeeeeeeeeeeee!!!
Bienvenida ao belo do Portugal Sinhola :)))
É claro que tens saudades e concerteza que o regresso deve ser complicado, mas o meu lado egoísta de amiga não consegue deixar de estar mto :))) por estares de volta!!
Não tens as cañas mas tens as "jolas" e os "whisky-colas" (rimei!!). Falta-te a Gran Via, mas tens a Baixa. Programação de gosto duvidoso tb n é problema e qto às bromas (o q quer que isso seja) de colegas, estou cá eu pra te contar tudo sobre o universo "ETA".
Sobretudo, Portugal tem-nos a nós - seres de sanidade mental duvidosa que dão pelo nome de teus amigos, cuja vida social intensa já não era a mesma sem a tua pessoa!!
Bjoooo GD!

2:35 da tarde  
Blogger Rita said...

Compreendo-te como ninguém mas já estou como a Jordan: ISTO SEM TI NÃO VALE NEM METADE! : )))

2:43 da tarde  
Blogger Psico_Pata said...

Agora q cá estou até vale o dobro!je je je

7:16 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

>