sexta-feira, junho 04, 2004

Quimera do Impossível

Porque é que a vida é imperfeita,

Porque é que o mal sempre espreita,

Porque é tudo tão escuro,

Porque ser eu é tão duro?

- A alma está vazia-

Porque me dói tanto ser,

Porque me invade o desprazer,

Porque choro e não me rio,

Porque vivo no vazio?

- Eu juro, eu não queria -

Porque será que não resisto,

Porque sinto que não existo,

Porque tenho medo de mim ,

Porque me custa ser assim?

- Se pudesse não sentia -

Porque é que fecharam as luzes,

Porque me carregaram de cruzes,

Porque não posso e quero,

Porquê? Eu desespero...

- E alma? Está vazia.


in 98-11-10 EntreLinhas

0 passaram o espanador

Enviar um comentário

<< Home

>