quinta-feira, junho 24, 2004

O sol na gaveta

É tarde e só a noite me acompanha.Na aparelhagem, soa "Death of an Interior Decorator" e eu sorrio com a ironia.Estou cansada e os caixotes espalhados em meu redor assemelham-se a gigantes ameaçadores.Fecho-os um a um,com a fita bem apertada para que não escape nada...vão-se empilhando, até formarem várias colunas.Olho em volta para ver se é desta que está tudo. Não.Ainda não.Uma gavetinha ameaçadora olha para mim do fundo da sala, com um sorriso trocista. "Estúpida", murmurei entre dentes.Dirigi-me a ela com toda a minh raiva, mesmo ao estilo "já te trato da saúde" e "quem ri por último ri melhor".Abri-a de rompante e despejei todo o seu conteúdo. "lixo, lixo, lixo",concluí.Mas,debaixo de um monte de papéis inutéis,um teimava em sobressair.Peguei nele e li-o.Imediatamente, a fúria amainou e transformou-se em sorriso.Acabava de nascer o sol.Ali,na minha gaveta...

4 passaram o espanador

Blogger Rita said...

Pensa que estás na recta final das mudanças ; ) em breve, já estás no teu novo "ninho". WEEEEEEEEEE!!

11:06 da manhã  
Blogger AF said...

gostei

8:17 da tarde  
Blogger AF said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

8:17 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Este foi o primeiro texto teu que li. Fiquei doido para saber o que é que encontraste naquela gaveta... Todas elas tinham razão, escreves muito bem! [Lourenço]

4:37 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

>