sábado, junho 05, 2004

Deixe mensagem após o sinal

Ontem
Não atendi
Um único telefonema.
Isolei-me na sala
De ouvido mudo
Para a conversa estrangulada
No bocal
Do telefone
Que soava
[ininterruptamente]
Ontem
Calei o mundo
E tudo
O que não queria ouvir
[sem remorsos]
Amordacei a boca dos outros
Vesti-me de censura
Cor de lápis azul
[em desenho livre]

Ontem
Não atendi
Um único telefonema.



0 passaram o espanador

Enviar um comentário

<< Home

>